21 de março de 2018

POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA MAIS UMA ETAPA DA OPERAÇÃO 'MIGRO' NA ZONA DA MATA

Na terça-feira (20), a Polícia Civil de Minas Gerais, em ação conjunta com as Polícias Militar e Rodoviária Federal,  deflagrou, na área do 4º Departamento de Polícia Civil em Juiz de Fora (4º DEPPC), mais uma fase da operação “Migro”, iniciada desde fevereiro, com a finalidade de montar postos de fiscalização nas principais vias de acesso entre os estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. A ação foi desencadeada após a decretação, pelo Governo Federal, da intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro.
Cerca de 200 agentes participam da operação na área que engloba as cidades pertencentes ao 4º Departamento, unidade que abrange as Delegacias Regionais de Polícia Civil em Juiz de Fora, Ubá, Leopoldina, Muriaé e Viçosa, bem como suas Áreas Integradas de Segurança Pública. Os policiais atuam nas rodovias das cidades de Matias Barbosa, Simão Pereira, Rio Preto, Chiador, Leopoldina, Além Paraíba, Pirapetinga, Muriaé, Palma e Tombos, bem como nos terminais rodoviários das principais cidades pertencentes às Delegacias Regionais de Viçosa e de Ubá.
Primeira fase
A Polícia Civil - em ação conjunta com as Polícias Militar, Rodoviária Federal e apoio de agentes da MRS Logística - realizou, no dia 23 de fevereiro, a primeira etapa da operação. Os policiais atuaram em 11 postos, mais precisamente nas diversas áreas das Delegacias Regionais de Polícia Civil em Juiz de Fora (Simão Pereira, Matias Barbosa, Chiador e Rio Preto), em Leopoldina (Leopoldina, Além Paraíba e Pirapetinga) e em Muriaé (Palma, Tombos e Eugenópolis). Também foram realizadas vistorias em todos os vagões das locomotivas vindas do Rio de Janeiro, inclusive com a atuação de drones da Polícia Civil.
Na ocasião, o Chefe do 4º Departamento de Polícia Civil em Juiz de Fora, Delegado-Geral Carlos Roberto da Silveira Costa, reforçou que outras ações, tais como blitzes e postos de fiscalização em escala local e regional, continuariam a ser realizadas em momento oportuno. Operações e atividades do serviço de inteligência também têm sido intensificadas no âmbito do Departamento.
Chefe do 4º Departamento: Delegado-Geral Carlos Roberto da Silveira Costa 
Delegados Regionais do 4º Departamento: Dra. Patrícia Ribeiro de Souza Oliveira, Dr. Guttemberg de Souza Filho, Dr. Carlos Eduardo Santos Rodrigues, Dr. José Roberto Machado Demétrio e Dr. Mauro Ricardo Guimarães Pinho
Efetivo empregado: 63 policiais civis.
Fonte: Polícia Civil de Minas Gerais / 4ª Departamento de Juiz de Fora-MG.


Blog do Adenilson Mendes - A Notícia É.


Um comentário:

  1. Excelente !!!! é positivo !!!! Mas, convenhamos, que adianta a polícia com toda sua boa vontade e operacionalidade, mesmo com leis protetoras de bandidos; que adianta executar grandes prisões e apreeensões; que adianta tudo isso e muito mais que a polícia de um modo geral faz, se não temos leis pra punir ninguém; se ninguém fica preso nesse País... Já falei e repito, se não rasgar essa constituição defensora de bandidos, e toda legislação incentivadora do crime que temos, que adiantará ?????? nada x nada... Se não for com medidas de exceção mesmo, como em guerra, que é o que vivemos, nunca resolveremos isso... Esse clima de total insegurança que vivemos no Brasil, é o resultado do fim da "terrível ditadura militar", quando tínhamos o direito de ir e vir... e que hoje a maravilhosa "democracia", nos tirou, dada o arcabouço de total proteção aos bandidos de todas espécies... SÓ COM UMA INTERVENÇÃO MILITAR, GERAL E IRRESTRITA, SEM A BRANDURA QUE FOI O REGIME DE 1964, QUE CONSEGUIREMOS SAIR DESSE DOMÍNIO DA CRIMINALIDADE NESSE PAÍS... PENSEM NISSO...

    ResponderExcluir