26 de agosto de 2015

"PINDURA EX FUNCIONÁRIO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ALÉM PARAÍBA GANHA CAUSA DE DANOS MORAIS NA JUSTIÇA"

"Wesley - Pindura"
O ex funcionário público municipal de Além Paraíba-MG, Wesley Dias de Oliveira (mais conhecido pelo apelido de "pindura"), 34 anos de idade, teve uma ação judicial deferida ao seu favor em segunda instância (Belo Horizonte) por dano moral, movida contra Wellington Júnior Silva (atualmente, Funcionário público municipal, vereador em seu segundo mandato e advogado)
  VAMOS ENTENDER O FATO.  
Em 2012, "Pindura" ocupava o cargo de chefe de transportes na Secretaria Municipal de Saúde no então prefeito Wolney Freitas. Segundo o relato de Wesley em uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), pela demora na licitação das compras de novos pneus para a frota de ambulâncias, carros e vans da referida Secretaria Municipal, devido também ás cobranças dos guardas rodoviários nas fiscalizações nas estradas (estado de conservação precária dos pneus dos veículos), e por fim um acidente envolvendo uma ambulância em uma rodovia, "pindura" teria autorização por escrito, de tomar por empréstimo trinta e seis (36) pneus de dois comerciantes (do ramo) no Estado do Rio de Janeiro (Clube dos Duzentos/Sapucaia-RJ) com acordo de devolver assim que saísse a licitação e compras dos novos pneus. Após feita a licitação e efetuado as compras dos pneus, com autorização do então Secretario de Saúde da época, retirar do interior da Secretaria de Saúde os trinta e seis (36) pneus e devolver aos comerciantes, como pré combinado. "Pindura" teria dito ainda que efetuou a retirada dos pneus em um domingo ( dia que não funcionava a Secretaria) com autorização por ser um dia sem movimento da população no local, para não atrapalhar o andamento dos serviços de atendimento ao público. O também funcionário publico municipal, Wellington Júnior silva, teria feito contato com um jornal impresso local e relatado que "Pindura" teria furtado tais pneus e que teria uma testemunha (o vigia da secretaria de Saúde), que não foi confirmado pelo vigia quando ouvido na CPI, apelidada de "CPI DA ROUBALHEIRA" 
CPI esta formada pelos vereadores: - Simone Cabral (Presidente), Marco Antônio Camilo jorge (Secretário) e Gélson Luiz de Moura - Bí (Relator). 
Wesley Dias de Oliveira, sentindo-se desmoralizado pela tal acusação e sem provas que ele teria furtado os pneus, entrou com ação contra Wellington, no primeiro julgamento em n a Comarca de Além Paraíba (Primeira instância) Wesley perdeu a ação de danos morais, ingressou com ação na segunda instância em Belo Horizonte, onde foi julgado pela Câmara Cível (formada por três Desembargadores) que julgaram por unanimidade a favor de "Pindura" 
Welington não foi condenado na situação de vereador ou advogado, e terá que pagar uma quantia de R$20.000.00 (Vinte Mil Reais) mais atualização de honorários... 
Lembrando que o réu Wellington pode recorrer da decisão na terceira instância de Justiça em Brasilia.
Antes da publicação, fiz contato por telefone com o Sr. Wellington, porém não fui atendido.
Em contato com Wesley, 
"o mesmo disse que ainda vai estar com seu advogado para as devidas providências e que isso só veio a corroborar com as verdades por ele ditas na CPI, que  jamais tomaria alguma decisão, sem autorização. Tenho tudo documentado, passei por vergonha por uma coisa que não fiz, a justiça foi feita e que a população de Além Paraíba veja isso. concluiu, Pindura."
Fonte: Apelação Civil Nº1.0015.13.000004-3/001 
Reportagem: Adenilson Mendes

Nenhum comentário:

Postar um comentário