4 de fevereiro de 2016

PERIGO NA BR-393 PERTO DE PIRAPETINGA-MG

 Os motoristas que trafegam pela BR-393, trecho próximo a cidade de Pirapetinga, na Zona da Mata Mineira precisam de atenção redobrada. Várias crateras estão abertas colocando em risco de acidente ou provocar danos nos veículos, principalmente no período da noite, quando a visibilidade é bem menor. 
 O autor das fotos é um motociclista e passa diariamente pelo trecho danificado e

espera que os órgãos responsáveis pela manutenção da Rodovia tomem providência urgente, antes que o mal aconteça.
Reportagem Adenilson Mendes
Foto cedida por leitor do Blog do Adenilson Mendes

3 comentários:

  1. O governo está aguardando as eleições! Eles jogam restos de asfalto,coloca uma casca bonita por cima,perdem a vergonha na cara e vem pra nossa porta pedir votos. Enquanto tiver causando acidentes e mortes tá bom para o governo,é imprudência dos motoristas. Na eleição os motoristas são coitadinho,precisam arrumar as estradas,porque sendo assim,a corja de mentirosos pedem nosso voto. Só não vai ser o meu! Não voto

    ResponderExcluir
  2. RODOVIA ENTREGUE A PRÓPRIA SORTE
    A rodovia BR 393, no trecho que liga as cidades de Além Paraíba à Pirapetinga, onde há poucos anos gastou-se mais de 50 milhões em sua reforma encontra-se atualmente abandonada, sem manutenção e colocando em risco as milhares de pessoas que transitam por ela. O ponto mais crítico está localizado entre as cidades de Estrela Dalva e Pirapetinga no estado de Minas Gerais perto da divisa com o Estado do Rio de Janeiro.
    A reforma do trecho foi executada pelo consórcio FIDENS/EMPA/TERRAYAMA e desde a sua inauguração, em 2011, a rodovia vem sofrendo com problemas estruturais e com a péssima qualidade do material usado no asfaltamento da rodovia. A obra de reforma foi licitada em 2009 e foi paga com recursos do governo federal.
    O referido trecho faz parte da BR 393 e está sob concessão à empresa ACCIONA, que supostamente deveria estar dando a devida manutenção ao mesmo. O DENIT, órgão fiscalizador das ações da empresa vencedora da licitação para a reforma do trecho e da concessionária que explora o pedágio e deveria manter em condições de uso em todo o percurso da 393, muito pouco tem feito para a solução do problema. Hoje o quadro em que se encontra o referido trecho é a falta de sinalização, buracos, mato invadindo a pista e conseqüentemente acidentes todos os dias causando prejuízos e muitas das vezes ceifando vidas de cidadãos que transitam pelo trecho.
    OPINIÃO: A sensação que fica é o seguinte ACCIONA faz que conserva e o DENIT faz que fiscaliza. Isto é um total desrespeito para com os usuários da estrada BR 393.

    Dalmo Lavinas Lamarca

    ResponderExcluir
  3. Também sofri um acidente na BR 393 no dia 6 de fevereiro. O pneu estourou devido ao buraco na pista. O carro acabou. Cadê o Denit para fiscalizar?

    ResponderExcluir