9 de agosto de 2016

CONFIRMADA A PRIMEIRA MORTE POR H1N1 EM MURIAÉ-MG

DISTRIBUIDORES E REVENDEDORES - ACESSEM  www.refrigerantesmil.com.br

Confirmada a primeira morte em Muriaé por H1N1, que é o subtipo A do vírus Influenza. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) na última sexta-feira (5) através do Boletim Epidemiológico.
O informativo do estado não especificou dados da vítima e nem a data do óbito. O Departamento de Jornalismo da Rádio Muriaé tentou contato com o secretário municipal de saúde, Franklin Leandro Neto, mas não foi encontrado para comentar a informação.
Outros municípios da região também registraram óbito por H1N1. Astolfo Dutra, Leopoldina e Cataguases tiveram um caso cada, já em Juiz de Fora foram registradas duas mortes.
As mortes por influenza A se mantiveram, com casos em Viçosa, Divinésia, Juiz de Fora e Mar de Espanha, assim como a única morte por Influenza B na região, também em Astolfo Dutra.
Balanço em Minas
De acordo com o Informe Epidemiológico da Gripe, divulgado pela secretaria estadual, na sua grande maioria, os casos de gripe são leves e se resolvem espontaneamente sem sequelas ou complicações. Entretanto, nos grupos mais vulneráveis, o caso pode se complicar e gerar outras doenças graves.
Sendo assim, é de notificação compulsória os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causada por influenza e a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais realiza um estudo epidemiológico da frequência de casos e óbitos segundo a identificação do vírus Influenza no estado.
Neste ano em Minas Gerais, até o momento, foram notificados 501 óbitos por SRAG, o que corresponde a 12,6% dos casos. Desses óbitos causados por Influenza, 94 foram por Influenza A (H1N1); 43 por Influenza A não subtipado; 3 por Influenza B e outros 3 óbitos por Influenza, em não foi possível classificar o subtipo do vírus.
Texto: Rádio Muriaé com informações da Secretaria de Estado de Saúde Portal G1/ Zona da Mata.

Nenhum comentário:

Postar um comentário