23 de fevereiro de 2016

POLICIA MILITAR DE ALÉM PARAÍBA-MG TEM NOVO COMANDO

CLICK NO LINK E OUÇA A RÁDIO WEB ALÉM PARAÍBA.COM http://www.radios.com.br/aovivo/Radio-Web-Alem-Paraiba.Com/31108
O Capitão Sandro, Já se encontra á frente da  52ª Companhia de Policia Militar de Além Paraíba (subordinada à 6ª Companhia Independente, sediada em Leopoldina-MG). 
O Capitão Sandro veio dar continuidade ao
Cap. Flávio
bom trabalho desenvolvido pelo Capitão Flávio (retornou para Juiz de Fora-MG), que por um ano Comandou a 52ª Companhia.


Os Destacamentos nas cidades de; Volta Grande, Estrela Dalva, Pirapetinga e Santo Antonio do Aventureiro, são subordinados a 52ª Cia de PM de Além Paraíba.
Cap. Sandro
O Capitão Sandro, formou-se no primeiro curso de soldado de Muriaé, que teve início em outubro de 1993.
Após trabalhar em diversas cidades pertencentes ao 21º Batalhão de Polícia Militar, em Ubá, retornou a Muriaé em 1996. Foi, então, aprovado no concurso do Curso de Formação de Oficiais (CFO), ingressando no mesmo no início de 1997 e formando-se em 2000, sendo classificado em Patos de Minas (15º BPM).
Em 2001, foi transferido para o 9º BPM, em Barbacena. Em 2003 retornou ao 21º BPM, em Ubá, e, após três meses, conseguiu voltar a trabalhar em Muriaé, onde tinha estado desde então até ser transferido para Além Paraíba.
Na cidade, participou da transição de 76ª Cia Esp PM para o 47º BPM, fato que ocorreu em 2007. “Sempre tive um perfil mais operacional, que é o que gosto de fazer, mas devido às necessidades, já que eram poucos oficiais no Batalhão, tive de atuar na administração, setor burocrático, por diversos anos”, afirma o capitão Sandro.
Em 2013, início do comando do tenente-coronel Nazário à frente ao 47º BPM, comandou a 76ª Companhia de Polícia Militar. “Os índices eram os piores já registrados em comparação a anos anteriores, mas com um trabalho em equipe, conseguimos reverter o quadro desfavorável e terminamos o ano cumprindo todas as metas”, lembra o oficial.
No ano 2014, ingressou no curso CESP, considerado uma pós-graduação, requisito para a promoção a major. Em seu lugar, durante o período do curso, foi substituído pelo tenente Martins.
Mas o ano 2015 foi o auge do seu comando à frente da 76ª Cia PM, como o próprio oficial considera. “Desde o início do ano conseguíamos índices históricos e recordes em comparação a todos os anos anteriores, chegando a obter o dobro de armas de fogo apreendidas em comparação ao ano anterior, que já era um número excelente em 2014”, conta.
Em agosto de 2015, o capitão Sandro foi remanejado para a chefia da P2, Setor de Inteligência da PM. “Trabalhei com uma equipe diferenciada, com filosofia específica de setor de inteligência”, elogia.
Durante todo este tempo em Muriaé, o capitão Sandro afirma que atuou em inúmeras ocorrências, porém, duas chamaram-lhe a atenção. “Um criminoso contumaz preso por roubo disse que a Polícia Militar em Muriaé estava tão eficiente, que quando ele saiu para cometer o delito já sabia que seria preso, mas tinha de arriscar porque a geladeira estava vazia”, conta.
A outra ocorrência que sempre está em sua memória é quando encontrou com outro criminoso reincidente trabalhando e este disse que foi obrigado a arrumar emprego e mudar de vida, senão iria passar o ano inteiro na cadeia – já tinha sido preso duas vezes naquele ano, perfazendo mais de seis meses de cadeia.
“Sempre tive muito orgulho de trabalhar junto com a tropa operacional. Companheiros que trabalharam comigo quando eu era soldado, pessoas que me ensinaram muito, pessoas que sofreram junto. Só tenho a agradecer a todos que, direta ou indiretamente, contribuíram para que eu pudesse exercer um bom comando, empresários e comerciantes que auxiliaram na construção do quartel na Barra, que foi tão importante na época”, afirma.
O capitão faz agradecimentos aos companheiros de serviço, à sociedade muriaeense que confiou no seu serviço e o apoiou com denúncias diversas (ainda que muitas anônimas) e que, através das quais, possibilitaram retirar muitos criminosos das ruas; as autoridades que o apoiaram e, de uma forma especial, ao amigo e empresário Geraldo Virgílio, da Cristal Temper. “O senhor Geraldinho, como é tratado carinhosamente, é um verdadeiro herói muriaeense, que do pouco, fez muito e que sempre me ajudou, me deu tratamento de filho, inclusive compartilhando histórias de sua vida, as quais me ensinaram muito e que levarei para sempre comigo”, diz ele, que atuou por 13 anos em Muriaé.
FONTE: www.anoticiaonline.com.br/site/capitao-sandro-josefino-e-transferido-para-alem-paraiba/
SEJA BEM VINDO CAPITÃO SANDRO, COM AJUDA DE DEUS, DOS SEUS COMPANHEIROS E A POPULAÇÃO ALEMPARAIBANA, FARÁ UM GRANDE TRABALHO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário