7 de setembro de 2015

SHOW INTERROMPIDO EM MACUCO-RJ. "DUPLA SERTANEJA VAI PARAR NA DELEGACIA POR CANTAR FUNK"

PRINT DO VIDEO
De acordo com o site de notícias aserra.com
(região Serrana do Estado Rio de Janeiro), a dupla sertaneja Júnior e Gustavo (de Santo Antônio de Pádua-RJ) foi detida e levada á 154º Delegacia Legal de Cordeiro-RJ para depor, após o show ser interrompido pela Polícia Militar na madrugada desta segunda-feira, 07/9, na Festa de Exposição Agropecuária da Cidade de Macuco (80 KM  de Além Paraíba-MG). 
Segundo os policiais, os cantores estariam fazendo apologia a violência. 
Os artistas foram retirados do palco após os policiais ordenarem a paralisação da apresentação da dupla. Durante a ação os policiais foram vaiados e foram lançados latas nas viaturas da polícia pelo público presente. Em depoimento, a dupla Junior e Gustavo afirmaram que cantaram trechos de funk após um pedido do prefeito do município, Felix Lengruber antes do show. O prefeito que acompanhou a dupla até a Delegacia Legal da cidade de Cordeiro confirmou que havia pedido aos músicos para cantarem funk pois a população gostava. Na Delegacia, após depoimento Júnior e Gustavo afirmaram que essa não era a primeira vez que um show da dupla fora interrompido por tocar funk e que isso era uma afirmativa do preconceito das autoridades com o estilo musical. Os depoimentos foram feitos na 154º Delegacia Legal de Cordeiro e o fato vai ser apurado pelas autoridades. 
Dupla Jr & Gustavo - Foto de internet
Em nota Junior e Gustavo afirmam que vão continuar cantando funk nas apresentações e que essa atitude por parte das autoridades é inaceitável. “Não podemos deixar de cantar funk, que é cultura nacional só porque a polícia não gosta. Temos um compromisso com nosso público e também um compromisso com a música popular brasileira.” afirma Gustavo, integrante da dupla. A Exposição de Macuco começou na quinta-feira, 03, e outras bandas se apresentaram no palco da festa com repertório repleto de musicas de funk. 
FONTE: aserra.com.br
VÍDEO: Renan Britsh
A reportagem do portal de notícias G1/Região Serrana-RJ entrou em contato com a Delegacia de Cordeiro para saber se os cantores foram autuados pelo crime de apologia às drogas e o delegado titular, Robson Pizzo Braga, informou que os músicos foram autuados por "desacato aos policiais militares" e que não "houve apologia a qualquer crime nas musicas estilo funk interpretadas".









Nenhum comentário:

Postar um comentário