7 de julho de 2015

TREM PODE PARAR DE PASSAR ESTE MÊS DE JULHO POR ALÉM PARAÍBA E REGIÃO

Na manhã do dia 07/7, eu tive a iniciativa de fazer contato com a assessoria de imprensa da FCA - Ferrovia Centro Atlântica, que de pronto me respondeu de forma oficial em relação o término das passagens das composições, trens carregados de material contendo o minério bauxita. 
Segue a nota abaixo:

 "Bom dia, Adenilson.
 Segue posicionamento oficial da empresa sobre essa questão.
 A VLI, empresa controladora da Ferrovia Centro-Atlântica, informa que o contrato de transporte de bauxita com a atual usuária do trecho entre Cataguases (MG) e Três Rios (RJ) encerrou-se em maio desse ano. Após conversas entre as ambas as partes, optou-se pela não continuidade do contrato e término do transporte do produto, o que acontecerá no mês de julho.
A VLI seguirá fazendo a manutenção do trecho em questão e se mantém aberta a novas possibilidades de contrato para transporte na região. Caso não haja demanda, serão realizados estudos para avaliar a possibilidade de devolução par a União.
A VLI ressalta que não estão previstas demissões em razão do término desse transporte. Oportunidades de realocação em outras localidades de atuação da empresa serão apresentadas para os empregados.
 Sds,
Michele."

7 comentários:

  1. Nossa,vamos morrer de saudade do trem! Dá até vontade de chorar de alegria!!! Sossegoooooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho dó de sua total e absurda ignorância.

      Excluir
  2. Minha infância foi marcada por esse trem. E como foi boa passar parte dela correndo atrás dele ou contando seus vagões. Agora mais essa perda de identidade para a cidade de Além Paraíba. Vai ficar a saudade dos momentos da infância...do sabor das tarde a espera dele...
    Além Paraíba onde o trem anda(va) na rua...
    Giovana Freitas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns pelo seu comentário. Trem é a base da economia de um país sério. Infelizmente o Brasil não é sério.

      Excluir
  3. O trem tem seu nível de importância no transporte público...e digo é muito elevado..Vamos dar mais valor ao que realmente merece.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. Infelizmente nosso povo sem cultura não vê dessa forma.

      Excluir
  4. Mais um golpe na ferrovia. Infelizmente o Brasil não é sério e abandona o transporte mais econômico e viável que é o ferroviário, em troca do transporte rodoviário que polui, que mata e que congestiona ruas e estradas.
    Precisamos de ferrovias. Algo tem que ser feito para que este trecho não desapareça em breve como aconteceu com o de Cataguases a Ponte Nova e tantos outros país afora. A irresponsabilidade de nossos governantes, da ANTT, da FCA, VLI e dos órgãos que deveriam zelar pela ferrovia chega a ser nojenta. O Brasil está atolado numa crise e é hora de resgatar a ferrovia. Mas não, aqui não. No Brasil desgovernado por corruptos, o que manda são os carteis. O cartel do transporte rodoviário dá as cartas e impõe sua vontade. Chega de caminhões matando nas estradas. Países evoluídos tem o transporte ferroviário em primeiro plano. Sabemos que infelizmente o fim deste trecho entre Cataguases e Barão de Angra (o que sobrou da saudosa Leopoldina) tem fim certo. Sobre a linha irão brotar novas ruas, estradas, praças e etc. Tudo para favorecer alguém e mais uma vez o transporte rodoviário vence. Chega! O Brasil me dá nojo. Ferrovia é a solução, mas infelizmente parece que ninguém enxerga isso. Gente sem cultura, sem noção e sem visão é assim mesmo.

    ResponderExcluir