6 de outubro de 2014

GREVE DOS BANCÁRIOS CHEGA AO FIM

 
Foto de Silvan Aves
A greve dos bancários dura sete dias, mas o Comando Nacional dos Bancários orienta a categoria a encerrar a paralisação. A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) se reuniu com os servidores na última sexta-feira, 3 de outubro. Houve nova proposta de reajuste de 7,35% para 8,5%. Isso daria uma aumento real de 2,02% para salários e demais verbas.

 Em todo o Brasil, 10.355 agências e centros administrativos estão fechados. Para que volte a normalidade, a Febraban anunciou ainda aumento de 8% para 9% nos pisos salariais e 12,2% no vale-refeição. Haverá o adiantamento do 13.º salário para afastados; a readmissão automática de bancárias demitidas e que comprovarem gestação no período do aviso prévio; e a promoção de seminários periódicos para discutir tendências de novas tecnologias.
 Os bancos ainda vão incluir na Convenção Coletiva o compromisso de que “o monitoramento de resultados ocorra com equilíbrio, respeito e de forma positiva para prevenir conflitos nas relações de trabalho”. A cobrança de metas também deve ser proibida.
Compensação
 Para compensar os dias parados, a Federação propõe uma hora por dia no período de 15 de outubro a 31 de outubro, para quem trabalha seis hora. E uma hora por dia no período entre 15 de outubro e 7 de novembro para aqueles com jornada de oito horas.
 Está foi a oitava rodada de negociações da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) com a Febraban.
Fonte:guarainoticias.com.br

EM MURIAÉ-MG E REGIÃO

"O presidente do Sindicato dos Bancários de Muriaé e Região, Adilson Rodrigues, anunciou na tarde desta segunda-feira o fim da greve dos bancários iniciada na semana passada. Segundo o presidente, um acordo foi feito após assembleia com os sindicatos e a FEBRABAN ( Federação Brasileira dos Bancos)" Texto: Silvan Alves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário