26 de agosto de 2014

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DO TERCEIRO DISTRITO DE CANTAGALO SERÁ RESTAURADA E TRANSFORMARÁ EM MUSEU FERROVIÁRIO

O prédio da estação ferroviária de Euclidelândia, terceiro distrito de Cantagalo, será restaurado em breve. O anúncio foi feito pelo prefeito Saulo Gouvea (PT), quando esteve participando da sessão itinerante da Câmara Municipal, realizada no distrito no último dia 14 de agosto. “Estamos não só buscando recursos, mas pretendemos elaborar um projeto que seja capaz de preservar as características originais do que ainda resta deste prédio, que é parte importante da história não só de Euclidelândia, mas do município, do estado, do país, enfim, da história da ferrovia, que teve um papel fundamental no impulso econômico de toda a região”, declarou o prefeito. Saulo Gouvea também disse aos vereadores e à população presentes à sessão que a intenção é implantar, no local, após a reforma, um pequeno museu ferroviário, para que materiais da época em que os trens apitavam por essas bandas possam ser expostos e admirados pela nova geração. “Este é um sonho de ex-ferroviários e de seus familiares. Sem falar que temos feito um trabalho importante de estímulo à cultura e incentivo à preservação da nossa memória, desde que assumimos o governo, em janeiro de 2013”, disse. O prefeito também anunciou que parte do prédio será destinada à exposição e venda do artesanato local, enquanto outra será reservada ao cultivo da memória do escritor Euclydes da Cunha, que nasceu no distrito em janeiro de 1866. “Euclidelândia também merece ter um espaço dedicado ao cultivo da história desse importante escritor, que, ainda hoje, atrai estudiosos e turistas, atrás da sua genialidade”, afirmou. 

A ESTAÇÃO – O prédio da estação ferroviária de Euclidelândia data de 15 de setembro de 1878, quando foi inaugurado pela Estrada de Ferro Leopoldina para atender ao prolongamento da Estrada de Ferro do Cantagalo, antes, percorria o trecho de Porto das Caixas (hoje distrito de Itaboraí) a Macuco. Na ocasião, foi decidido pelo prolongamento da linha, que passou pelo distrito de Cantagalo indo até Portela, em Itaocara. A estação de Santa Rita foi aberta em 1878, na Fazenda Santa Rita. Mais tarde, o nome da estação foi alterado para Santa Rita do Rio Negro, e, também, Vila Rio Novo. Mais tarde, para Euclidelândia, homenagem ao jornalista e escritor Euclydes da Cunha, que nasceu no distrito em 1866. Esta linha foi fechada por partes: entre Cachoeiras de Macacu e Portela a supressão ocorreu em 1967, enquanto que o trecho inicial foi suprimido em 1973. Os trens de passageiros acabaram antes: entre 1962 e 1963, no trecho Cantagalo-Portela, e, em 15 de julho de 1964, no trecho Cachoeiras de Macacu-Cantagalo. Em 1969, o trecho inicial do ramal também teve os trens cancelados. 
Por Gilmar Marques 

TEXTO NA ÍNTEGRA - FONTE: aserra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário